Cosméticos veganos: o que é?

Cosméticos veganos: o que é?

Para muita gente, esse será o futuro dos cosméticos: mais do que orgânico, natural e cruelty-free, a indústria está reinventando produtos de beleza segundo os princípios do veganismo. Portando os cosméticos veganos são uma forte tendência que ainda gera muitas dúvidas, tanto pelos inúmeros termos de classificação quanto pela gama de opções.

Como estilo de vida, o veganismo vai muito além da alimentação: os veganos não consomem nenhum tipo de produto que contenha matérias-primas de origem animal. Isso inclui ovos, leite, cera de abelha e até lã. Como resultado também tem provocado uma verdadeira revolução em todas as cadeias produtivas, inclusive a cosmética.

A indústria da beleza que conhecemos até hoje sempre trabalhou com ativos poderosos desenvolvidos em laboratórios, com alta tecnologia. A questão para os veganos ou para quem começa a buscar alternativas de consumo mais sustentáveis, por exemplo, é a origem animal dos ingredientes e a proporção de substâncias sintéticas.

Substâncias quimicamente sintetizadas nem sempre são ruins, é claro, mas algumas podem ter efeito cumulativo na pele e, a longo prazo, gerar danos, especialmente em alérgicos ou quem tem algum problema específico de pele. Para muitos dermatologistas, produtos veganos podem funcionar muito bem, trazendo benefícios com o uso contínuo por serem mais delicados e livres de conservantes. Biomoléculas presentes nesses produtos costumam ser mais aceitas pelo organismo, diminuindo o potencial alergênico.

Encontre Beleza

O que são produtos veganos ?

Os produtos veganos são aqueles em que não são utilizadas matérias-primas de origem animal, mas isso não significa que não contenham materiais sintéticos. Os cosméticos naturais devem conter, pelo menos, 95% de substâncias naturais e 5% de matérias-primas orgânicas ou sintéticas. Nos cosméticos veganos, os componentes proibidos são ácido hialurônico, colágeno e proteína de seda. Mas eles podem ser inteiramente sintéticos e, ainda assim, continuarem veganos.

É um pouco mais complicado? Sim, porque você precisa ficar bem atenta aos selos específicos para cada tipo de produto, além de sempre ler os ingredientes no rótulo. Então, vale a pena entender um pouco melhor sobre essa tendência que veio pra ficar!

Produção

É mais difícil produzir cosméticos veganos e o processo de fabricação costuma ser mais caro do que o dos produtos tradicionais. O custo de produção também influencia o lançamento dos produtos por exemplo, que pode ser de cinco a dez vezes superior ao de um convencional. Existe menos oferta de matéria-prima vegana no mercado que proporcione os mesmos resultados dos convencionais.

Assim, muitas vezes é necessário fazer associações de ingredientes para alcançar o resultado desejado. Além disso, o processo de certificação é longo e demanda alto investimento. Os ingredientes e a produção são auditados para garantir a qualidade e a preservação do meio ambiente.

Mas aos poucos, fornecedores de matéria-prima estão trazendo opções veganas com facilidade e melhor custo-benefício. Alguns produtos melhoram com a fórmula vegana! Por exemplo, um dos grandes desafios para uma empresa de cosméticos vegana no Brasil foi transformar os batons líquidos e conseguir a certificação. Demorou, mas o resultado ficou excelente. Não ficou mais caro para o consumidor final e eles consideram a fórmula até melhor.

Encontre Beleza

Então, se você já é adepta ao veganismo ou quer apenas conhecer mais sobre o universo de cosméticos, siga a Encontre Beleza nas redes sociais e fique por dentro das novidades desse mercado! 😉

📲 https://www.instagram.com/encontrebeleza/

💻 https://www.facebook.com/encontrebelezaoficial/