Chapinha: 4 erros comuns ao usar

Chapinha: 4 Erros comuns ao usar

A chapinha é um item indispensável para a maioria das mulheres e os erros comuns ao usar a chapinha tem prejudicado muitos cabelos por aí! Veja se você está cometendo algum desses erros e aprenda a maneira correta de usar para ter cabelos bonitos e saudáveis.

Usar a chapinha com o cabelo molhado

Prancha capilar. (Chapinha)

Esse é um erro clássico e um dos mais prejudiciais.
Quando o cabelo está molhado, os fios ficam frágeis e quebram com muita facilidade. Razão pela qual terminamos o banho com aquele bolo de fios de cabelo no ralo do box!

Os especialistas indicam, inclusive, secar o cabelo na toalha sem esfregar ou espremer, apenas enrolar a toalha na cabeça, suavemente, para evitar estressar os fios enquanto molhados.

Após retirar o excesso com a toalha, você deve secar o cabelo com o secador. Seque bem e passe a escova, também suavemente, para ajudar a modelar os fios.

Somente use a chapinha quando o cabelo estiver seco.
Separe em pequenas mechas e passe sem parar na raiz ou nas pontas. O calor extremo da chapinha cumprirá seu papel.

Deixar de aplicar um produto termoativo

mulher na toalha de banho aplica leave-in de cabelo no banheiro depois do banho em casa. Cuidado capilar

Proteger os fios é de extrema importância. O cabelo é frágil e o calor do sol já é capaz de alterar a cor e desidratar. Imagine o que a chapinha vai fazer se o seu cabelo não estiver protegido?

Os produtos termoativos possuem princípios ativos que protegem os fios, mantendo a hidratação e nutrientes necessários para que ele fique brilhoso e com vida, mesmo após a chapinha.

Colocar a temperatura no máximo

Mulher com cabelos longos segurando uma chapinha nas mãos

Não há necessidade de usar a chapinha na temperatura máxima, mesmo que você esteja aplicando algum tipo de química.

Os cabelos naturalmente crespos e enrolados possuem fios mais finos e portanto desidratam mais rápido. Razão pela qual também acabam tendo mais frizz.

Para esses casos, ajuste a chapinha entre 150 e 160 graus que já será suficiente. Os cabelos naturalmente lisos e oleosos possuem fios mais grossos e nesse caso, você pode ajustar até 200 graus. Não passe disso, ok?

Ficar com a chapinha parada nas pontas do cabelo

Sabemos que as pontas fazem toda a diferença no resultado do cabelo, mas deixar a chapinha parada nas pontas para garantir que elas não vão arrepiar é um erro. O resultado dessa prática será pontas quebradiças e muito mais arrepiadas.

Você precisa usar um reparador de pontas e evitar a chapinha por um tempo para que a hidratação e oleosidade natural do cabelo possa chegar até as pontas e repará-lo naturalmente.

Encontre Beleza

Aposto que você já cometeu ou comete um desses erros com seu lindo cabelo! 😱 A chapinha é um item maravilhoso e super bem-vindo, sabendo usar você terá cabelos ainda mais brilhosos, bonitos e sem danificá-los.

Beijos e até semana que vem! 😘