Queda de cabelo: listamos 10 motivos

Queda de cabelo: listamos 10 motivos

Queda de cabelo! 😱 A experiência de pentear ou passar as mãos no cabelo e ver aquele “tufo” em suas mãos ou escova é aterrorizante, não é? Mas não se preocupe, a Encontre Beleza listou 10 motivos que causam a queda de cabelo para você aderir ou excluir do seu dia a dia.

A queda de cabelo

A vida de um fio de cabelo possui três fases: crescimento (com duração média de três a seis anos), quando param de crescer (dois anos) e quando o fio fica velho e cai, nascendo outro no lugar (em média três meses).

Em uma média diária, uma pessoa perde cerca de 80 fios por dia, dos 150 mil que possuimos na cabeça. Mas se você está notando que a queda do seu cabelo está bem superior a isso, é hora de procurar um médico especialista.

Mulher de cabelo liso segurando seus cabelos exibindo a queda de cabelo e segurando com a mão direita uma escova de cabelo

10 motivos para a queda de cabelo

Hereditário

Esse fator é genético, ou seja, não há como evitar, apenas tratar. O tratamento geralmente é feito com medicamentos.

Estresse

Essa causa é muito comum quando se trata da queda de cabelo. O confinamento por causa da pandemia, por exemplo, tem provocado uma queda acentuada dos fios, devido ao excesso de estresse com mudanças no estilo de vida, como não poder sair de casa.

Deficiência de ferro

Esse mineral é muito importante para a saúde dos fios. Portanto, a falta dele pode provocar a queda dos fios, falta de ar, mal-estar, dor de cabeça, fraqueza e cansaço. Para evitar a falta de ferro no organismo, você precisa de uma dieta rica em ferro, como: carne vermelha, vegetais verde escuros e feijão.

Medicamentos

Alguns remédios e suas composições, por exemplo, podem causar a queda capilar, como: antidepressivos, anti-hipertensivos, antibióticos e anabolizantes. Caso você tome algum desses, converse com seu médico e verifique se podem rever a dose ou utilizar um outro tipo de substância menos agressiva para seus cabelos.

Fatores externos

Em primeiro lugar, secador, chapinha, banho com água quente, tipo de escova utilizada para pentear, etc. A utilização desses produtos deixa os fios fracos e fragilizados, causando a queda. No caso do banho com água quente, a água quente retira o sebo que tem a função de proteger o couro cabeludo.

Para que seu cabelo não caia devido a esses fatores, a única saída é dar um descanso para seu cabelo, evitando o uso desses produtos por um longo período.

Alimentar

Quando fazemos alguma dieta restritiva, por exemplo, evitando ingerir alguns alimentos e deixando nosso corpo com falta de nutrientes, os cabelos são um dos pontos mais afetados, pois o folículo demanda uma grande quantidade de minerais (principalmente o ferro) para nascer. Daí vem a queda e aquele fio mais “ralinho”.

O mais indicado é buscar uma dieta saudável com carboidrato, proteína e mineral e reforçar a ingestão de vitaminas do complexo B e C, zinco e ferro.

Oleosidade

A oleosidade excessiva pode causar queda, pois ela facilita a proliferação de fungos, causa coceira e descamação do couro cabeludo.

Alterações hormonais

Se há deficiência hormonal, lá vem a queda de cabelo. Portanto, quando tem irregularidade em certas glândulas endócrinas (como tireoide, suprarrenal e hipófise), os folículos capilares sofrem com a falta da chegada de nutrientes.

Isso ocorre geralmente com mulheres que acabaram de virar mamães, pois sofrem uma readequação hormonal que pode também gerar uma visível queda.

Metabolismo

Um metabolismo lento demais pode dificultar o trabalho dos vasos sanguíneos que irrigam o couro cabeludo. Assim, os fios não recebem a nutrição adequada e começam a cair. Portanto, diabetes, obesidade e hipertensão podem agravar esse quadro.

Química

Alisamento, descoloração, coloração! Quem faz química deve saber que o fio tende a ficar mais fraco. Ele perde sua massa capilar. Esse é um caso em que não há a queda propriamente dita, mas o corte químico.

O que fazer? Reconstruções e fortalecimento do fio são imprescindíveis antes de bombardear as madeixas com mais química.

Mulher em um fundo de cor rosa mostrando a sua queda de cabelo

A importância do dermatologista

Em primeiro lugar, é imprescindível a consulta com um médico especialista. O profissional mais indicado é o dermatologista, ele também pode ter especialização em queda capilar. Na consulta, o médico irá avaliar os fatores que causam o problema. O tratamento indicado pelo profissional dependerá da avaliação médica, que irá determinar quais são as causas da queda capilar.

Encontre Beleza

Confira nosso conteúdo sobre Frizz. Como acabar?

Beijos e até a próxima!