Dia da mentira: 11 mitos e verdades sobre o universo da beleza!

1º de abril é conhecido mundialmente como o Dia da Mentira. A versão mais conhecida do nascimento dessa data vem do século 16, na França. Por lá, a chegada do ano novo era comemorada durante uma semana – do dia 25 de março ao dia 1º de abril.

Em 1564, o rei Carlos 9º decidiu que o ano novo seria celebrado em primeiro de janeiro, devido a adoção do calendário gregoriano. Mas os franceses demoraram para acostumar com essa mudança, e muitos até resistiram a ela. Essas pessoas se tornaram alvo de piadas e eram chamados de “bobos de abril”, recebendo convites para festas que não existiam e ganhando cartões e presentes estranhos no dia primeiro de abril.

Da França, essa mania de pregar peças no dia primeiro de abril percorreu o mundo e desembarcou também aqui no Brasil. Mas se você não quer cair nas pegadinhas do Dia da Mentira no mundo da beleza, veja alguns mitos que desvendamos!

1-   Creme hidratante não pode ser aplicado em peles oleosas

MITO! Oleosidade não é sinônimo de hidratação. Todo tipo de pele precisa ser hidratado. Muitas ainda acreditam que o hidratante estimulará a produção de óleo, piorando a situação das peles oleosas.

Na verdade, é a falta de hidratação que estimula a produção das glândulas sebáceas, causando o entupimento dos poros e levando ao surgimento de cravos e espinhas. Então, a dica é usar um hidratante próprio para peles oleosas, como as fórmulas em gel, que são mais sequinhas.

2-   Chocolate causa espinha

MITO! Não existe nenhuma comprovação científica de que o chocolate seja culpado pelas espinhas. Porém, existem estudos que mostram que a alimentação com muito leite piora a oleosidade da pele, o que pode causar a acne em peles com tendência a ela.

Então, quando for optar pelo chocolate, prefira as versões meio amargas ou amargas, que têm mais cacau e menos leite e açúcar.

3-   Lavar o rosto várias vezes ao dia ajuda a combater a oleosidade

MITO! Quanto mais você lavar o rosto, mais a sua pele ficará ressecada, fazendo com que as glândulas sebáceas trabalhem dobrado, causando o efeito rebote. Ou seja, você lava o rosto para acabar com a oleosidade, e ela aparece em dobro.

A indicação é lavar o rosto duas vezes por dia: pela manhã, para remover a oleosidade acumulada durante o sono, e à noite, para limpar as impurezas que entopem os poros ao longo do dia.

4-   Tomar sol ajuda a reduzir as espinhas

MITO! Os raios solares têm poder anti-inflamatório, o que poderia causar certa melhora nas espinhas. Contudo, alguns dias depois, você poderá notar até mesmo uma piora no quadro, devido ao estimulo que a radiação causa na glândula sebácea, criando o efeito rebote.

Além disso, a radiação UV pode causar marcas permanentes na pele, como as cicatrizes e as manchas escuras criadas quando tomamos sol na pele com acne inflamada.

5-   Pasta de dentes tira espinhas

MITO!   Muitas mulheres ainda acreditam que aplicar pasta de dente por cima ajuda a reduzir as espinhas. Porém, a verdade não é essa. Como o produto tem componentes fortes, ele pode causar irritação e ressecamento, especialmente em quem tem pele sensível ou no caso da acne estar em áreas mais finas do rosto (como nas bochechas e próximas ao olho).

Para minimizar as espinhas com rapidez, invista em um bom gel secativo, rico em ácido salicílico.

6-   Cortar as pontas do cabelo faz ele crescer mais rápido

MITO! Os fios crescem a partir da raiz, então cortar as pontas não tem nenhuma relação com o aceleramento do crescimento. Em média, os fios crescem 1 cm por mês, com ou sem corte.

Porém, o hábito de aparar alguns “dedinhos” a cada 3 meses é capaz de deixar os fios mais saudáveis, retirando as pontas quebradiças causadas pela poluição, exposição ao sol ou ao mar e uso excessivo de produtos químicos e chapinha ou secador. Assim, o cabelo irá embaraçar menos e quebrar menos.

7-   Rodelas de pepinos ajudam a diminuir as olheiras

VERDADE! O pepino possui vitamina B5 e substâncias antioxidantes que melhoram naturalmente e instantaneamente a hidratação da pele. Além disso, caso o pepino esteja gelado, você conseguirá suavizar o inchaço das bolsas embaixo dos olhos. Porém, o efeito não é duradouro.

8-   Fazer as sobrancelhas com cera deixa as pálpebras flácidas

MITO! A flacidez é causada pela redução das fibras de colágeno na derme (a camada mais profunda da pele). A cera e a tração usadas para retirar os fios da sobrancelha não têm a capacidade de atingir essa camada. O que pode ocorrer é o escurecimento da região, devido à inflamação gerada pelo calor e pelo trauma da tração, por isso é mais indicado outras formas de depilação na área.

9-   Cremes anti-idade devem ser usados a partir dos 20 anos

VERDADE! Como auxiliam na prevenção do envelhecimento da pele, eles podem ser usados já aos 20 anos. Porém, é preciso que sejam adequados as necessidades dessa fase. Então, opte por cremes com ativos antioxidantes, como as vitaminas A, E e o resveratrol, além de substâncias hidratantes, como o ácido hilaurônico.

10-Usar cremes anti-idade indicados para outra faixa etária proporciona resultados mais positivos

MITO! Os cremes são designados por faixa etária porque contam com fórmulas diferentes, de acordo com as necessidades de cada pele. Para as peles maduras, por exemplo, as formulações costumam ser mais densas e agressivas.

Quem é mais jovem, deve usar géis e séruns mais suaves. Caso use as fórmulas para peles maduras, poderá sofrer com obstrução dos poros, cravos e espinhas.

11-Pele negra não precisa de proteção solar

MITO! A pele negra precisa, sim, de proteção solar. Embora ela tenha uma resistência maior aos danos causados pelos raios solares, a exposição em excesso e desprotegida pode causar manchas e melasmas, além do risco de câncer de pele.

A única diferença é que, neste caso, as mulheres com pele negra podem usar filtros com FPS mais baixo do que uma pele mais clara.

Viu só quantos mitos de beleza a gente ainda acredita? Se você curtiu estas dicas, compartilhe com as suas amigas e evite que elas caiam em “pegadinhas da beleza” neste Dia da Mentira!