Pele ressecada: quais as causas e como tratar?

Vermelhidão, aspereza, falta de brilho, irritação, repuxamento. Essas são algumas das características de pele ressecada, um problema que pode ter inúmeras causas e que precisa de tratamento.

Se você tem sentido a sua pele mais seca, faça o nosso quiz e veja as dicas de produtos que selecionamos para esse tipo de pele. E, claro, continue lendo este conteúdo com todas as dicas importantes sobre o tema!

Quais os sintomas da pele ressecada?

A pele ressecada pode acontecer em qualquer parte do corpo, embora seja mais comum nos pés, nas mãos, nos joelhos, nos cotovelos e no rosto – que são as partes mais expostas. A pele seca no rosto, inclusive, é uma das causas do envelhecimento precoce.

A pele ressecada tende a ficar extremamente tensionada, o que causa sensação de repuxamento. Além disso, você ainda poderá senti-la mais áspera, rachada, com descamações, coceira e até com dor.

Os sintomas, é claro, dependem da gravidade do ressecamento. No início do problema, você poderá notar apenas um estiramento leve ou uma pequena aspereza. Conforme a questão avança, outros sintomas podem surgir como a aparência rachada e descamada e a coceira.

Caso o ressecamento não seja tratado, a pele apresentará outros sinais como repuxamento, maior aspereza e muitas rachaduras, além da coceira intensa.

Outra característica muito visível da pele seca é que esta é uma pele mais sensível.

O que causa o ressecamento da pele?

São muitas as causas que podem estar por trás do ressecamento da pele, como:

  • Mudanças na temperatura, especialmente com a chegada do inverno, já que a queda de temperatura faz com que a pele perca hidratação. Mas também pode acontecer no verão, quando as altas temperaturas fazem com que as glândulas sebáceas produzam menos óleo, deixando a pele seca;
  • Tomar banho com água quente, pois a temperatura elevada remove a oleosidade natural da pele, deixando-a ressecada;
  • Uso de sabonetes não testados dermatologicamente, ou que não tenham um pH adequado, que também conseguem danificar a camada oleosa da pele, deixando-a mais seca;
  • Alimentação pobre em vitaminas e minerais, como frutas e verduras, deixando a pele desprotegida;
  • Pouca ingestão de água, já que a falta de hidratação deixa a pele mais áspera, seca e com menos elasticidade;
  • Praticar esportes na piscina, em contato com o cloro, que pode agredir a pele;
  • Usar roupa de tecido sintético, como elastano ou poliéster que impedem que a pele transpire adequadamente, deixando-a mais áspera e ressecada;
  • Dermatite atópica, uma doença que dificulta a retenção de água na pele e impede que a pele produza a gordura necessária para manter sua hidratação. Além do ressecamento, você poderá ter outros sintomas como lesões avermelhadas na pele e coceira;
  • Envelhecimento que é uma das causas naturais da pele ressecada, porque a pele vai perdendo elasticidade, oleosidade e hidratação;
  • Redução na produção de estrogênio, que acontece principalmente na menopausa, deixando a pele mais ressecada. O estrogênio é importante porque estimula a produção de gordura por meio das glândulas sebáceas;
  • Diabetes que pode causar lesões nos nervos que controlam a produção de gordura da pele, reduzindo a oleosidade e a hidratação;
  • Uso de medicamentos diuréticos (como a furosemida e a hidroclorotiazida) que eliminam o excesso de água do corpo e podem levar ao ressecamento da pele.

Como tratar a pele seca?

Em alguns casos, o tratamento da pele ressecada é simples, por exemplo no caso de ela ser causada pelos banhos excessivamente quentes. Bastando ajustar a temperatura da água para reverter o quadro.

Assim como também é interessante buscar usar sabonetes mais hidratantes, especialmente nas épocas mais frias do ano, que tendem a deixar a pele mais ressecada (e quando tomamos banhos mais quentes).

Outro ponto importante para resolver a questão é modificar a alimentação e aumentar a ingestão de água.

Se você está sofrendo com a pele bastante ressecada, opte por produtos cosméticos que sejam mais hidratantes e que não contenham álcool na composição, pois, quando ele evapora, acaba levando um pouco de água da pele consigo.

Boas formulações para peles ressecadas são aquelas com ureia, lactato, ceramida -3, glucoglicerol, ativadores das aquaporinas e proteínas responsáveis pela captação de água. O uso de protetor solar também ajuda a evitar o ressecamento da pele.

Mas se esses cuidados não forem suficientes para reverter a pele ressecada, ou você estiver notando sintomas como manchas avermelhadas e muita coceira, o recomendado é procurar ajuda de um dermatologista, que poderá verificar a presença de outras doenças de pele como a dermatite atópica ou até uma rosácea no rosto, que também cursa com essa questão.

Agora você já sabe como lidar com a pele ressecada? Faça o nosso quiz e veja as dicas de produtos para acabar com o ressecamento da sua pele!